O que você procura no blog?

O melhor lugar para encontrar serviços e informações. Simples, eficiente e rápido.

populares Jornal, Manaus, Durango Duarte, Blog do Durango
20 de maio de 2015 às 11:27.

Situação crítica inviabiliza reeleição de Lindinalva em Novo Airão

A avaliação da administração da prefeita de Novo Airão, Dona Lindinalva (PT), é mais um exemplo do caos existente nas cidades do interior por causa de péssimas gestões. Sua reprovação é similar à rejeição ao prefeito Xinaik Medeiros, de Iranduba, o que lhe renderia um fracasso eleitoral caso ela tentasse uma reeleição.

A média alcançada pela petista nesta pesquisa é 2,7 (14% de ÓTIMO e BOM contra 63% de PÉSSIMO e RUIM) e sua rejeição é de 51%. Porém, isso não a coloca como a pior prefeita desta cidade, até porque Novo Airão tem histórico de péssimos administradores, que apresentam a incompetência como uma característica em comum, uma marca registrada.

Mesmo assim, o quadro de nomes prefeituráveis na cidade é um tanto “gelatinoso”. Frederico Júnior desponta na frente com 21% e logo depois há um quádruplo empate técnico entre o Agente Kleber Benchara (15%), Baliza (12%), Dailson Corrêa (12%) e Dr. Wilson (10%), todos disputando o segundo lugar.

Somente depois desses dois blocos é que vem a atual prefeita, na sexta posição, com 7%, liderando o bloco dos que obtiveram apenas um dígito e ratificando o que dissemos sobre a extrema dificuldade que Lindinalva teria se disputasse a reeleição.

Outro detalhe é que os cinco primeiros nomes que aparecem na Estimulada 1ª Opção podem representar uma mudança no processo eleitoral de Novo Airão. E até mesmo um outro nome que não esteja entre esses cinco também poderá surgir, conseguir se viabilizar e vencer a eleição.

Quando perguntamos qual nome teria maior chance de vencer a eleição de 2016, Frederico Junior e o Agente Kleber Bechara empataram com 21%, seguidos por Baliza, com 10% das intenções.

Dos entrevistados, 43% (ÓTIMO e BOM) disseram que gostam de viver em Novo Airão e 24% afirmaram ser RUIM e PÉSSIMO. A avaliação do governo Dilma obteve a média 4,6, sendo reprovada por 35% (RUIM e PÉSSIMO) e obtendo 29% de ÓTIMO e BOM.

Já a avaliação da administração do governador José Melo é positiva, com 57% de ÓTIMO e BOM e apenas 11% de reprovação, o que lhe possibilitou a nota 6,7 de média.

A pesquisa foi realizada no dia 19 de maio, com 180 participantes. A margem de erro é de 7,3% para mais ou para menos, com grau de confiabilidade de 95%.

Na sexta-feira, 22, estaremos divulgando o estudo de Manacapuru e, no sábado, 23, o de Rio Preto da Eva, encerrando esta rodada de pesquisas nas cidades da Região Metropolitana de Manaus.

Obs.: não haverá pesquisas em outras cidades.

Comentários