27 de outubro de 2015 às 16:22.

Até do presídio vem pedido de impeachment contra Dilma

compartilhar

O preso João Pedro Boria Caiado de Castro, condenado a seis anos e 11 meses de detenção por roubo, enviou à Câmara dos Deputados documento solicitando o afastamento da presidente Dilma Rousseff. O pedido foi remetido pelos Correios à Central do Cidadão do Supremo Tribunal Federal (STF) e de lá despachado para a Câmara, onde foi protocolado no dia 14 de outubro. Nele, João Pedro, que cumpre pena na Penitenciária 1 da cidade de São Vicente-SP, acusa Dilma de ter utilizado dinheiro da Petrobras em sua reeleição. No entanto, Rousseff pode ficar despreocupada: como o documento foi escrito à mão e não cumpriu formalidades como autenticação de assinatura, cópia autenticada de CPF/RG e comprovante de regularidade com a Justiça Eleitoral, provavelmente a petição será arquivada.

Comentários

error: Conteúdo de propriedade de Durango Duarte, protegido contra cópia.