Categorias
Cotidiano

Parlamento chinês aprovou domingo (27), o fim da política do “filho único”

Segundo a agência estatal de notícias Xinhua, o Congresso Nacional Popular da China – Parlamento chinês – permitirá, a partir do dia 1º de janeiro de 2016, que todos os casais do país tenham dois filhos.

A aprovação encerra mais de três décadas de uma controvertida política demográfica no país mais populoso do mundo.

Por Durango Duarte

Nascido em Cachoeira do Sul/RS veio com sua família para Manaus em 1975. Empresário, pesquisador, publicitário e autor de livros.