29 de julho de 2018 às 01:15.

Bolsonaro lidera em Manaus; Marina é segunda

compartilhar

No dia 16 de julho, a #PESQUISA365 divulgou sua segunda pesquisa registrada de governador e senadores do Amazonas para as eleições de 2018. Hoje vamos trazer um novo estudo eleitoral, desta vez sobre a disputa para a Presidência da República, com as intenções de voto somente dos eleitores de Manaus.

Na oportunidade, também perguntamos aos entrevistados qual era o principal problema da capital, as expectativas deles sobre a atual crise econômica do País, como avaliavam a administração do governador Amazonino Mendes e, finalizando, a percepção dos entrevistados sobre o comprometimento do chefe do Executivo estadual em organizar o Amazonas, ou melhor, em “arrumar a casa”.

A pesquisa foi registrada no TSE sob o código de número AM-06470/2018. Foram entrevistadas 2.000 pessoas na cidade de Manaus, entre os dias 23 e 25 de julho. A margem de erro é de 2,1% e o grau de confiabilidade é de 95%, o que significa dizer que, se fossem realizadas 100 entrevistas com a mesma metodologia, 95 estariam dentro da margem de erro prevista.

Principal problema

 De início, vamos falar sobre os problemas que afligem o dia a dia do manauara. Quando perguntamos qual era o principal problema da cidade, surgiram inúmeras respostas, as quais tentamos organizá-las da melhor maneira possível.

Os três primeiros colocados foram Falta de Policiamento, com 17,0%, Ruas Esburacadas/Falta de Pavimentação, com 13,4%, e Assaltos/Assassinatos, com 10,9%.

Como é possível se perceber, dos três temas mais mencionados, dois estão ligados à questão da segurança pública. E além destes existem outras respostas também relacionadas ao mesmo tema, que quando somadas totalizam 35,9% das citações.

Ou seja, a capital amazonense está longe de ser considerada segura ou ao menos com a sensação de segurança. Ao contrário, Manaus está sob o domínio do crime, refém tanto do assaltante de celular quanto dos chefes do narcotráfico.

No que se refere à segunda resposta mais citada, sobre os buracos nas vias e a falta de pavimentação, a Prefeitura de Manaus tem divulgado que pretende resolver o problema em cinco meses, pavimentando boa parte das ruas e avenidas.

A saúde pública aparece em dez respostas diferentes, liderada pela dificuldade do morador de Manaus em conseguir consultas, exames e cirurgias (5,4%). Ao todo, 21,1% dos manauaras apontaram deficiências relacionadas ao sistema de saúde, mostrando ser este o segundo maior problema da capital. Ou seja, os dois grandes temas problemáticos da cidade de Manaus hoje são segurança e saúde públicas, que somados resultam em 57% de citações.

O desemprego e a falta de oportunidade de trabalho foram lembrados por 5,1%, item que, de certa forma, pode ser considerado como uma das causas do aumento da insegurança e dos gargalos na estrutura de saúde pública municipal e estadual da cidade.

Presidente do Brasil

Dos nomes escolhidos para compor esta pesquisa para presidente, é possível que nem todos sejam candidatos. Como exemplo, posso citar a comunista Manuela D’Ávila que, pelo que se apresenta do PCdoB, talvez não se viabilize.

O mesmo acontece com o ex-ministro Henrique Meirelles, já que o MDB pode retirar sua candidatura. E tem também Fernando Haddad, que pode não ser o nome do PT. Sem contar que pode aparecer algum outro “nanico”, lançando candidatura. O importante é que os principais players que deverão disputar o 2º Turno estão na pesquisa.

Sobre a ausência do nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta pesquisa, a razão é muito simples: Lula não será candidato. Ele vai tentar a candidatura, mas terá seu registro cassado. A estratégia do PT é muito clara: colocá-lo como vítima para que depois ele tente transferir os votos dos seus eleitores a um nome que será impulsionado para o 2º Turno.

Então, deixemos a ingenuidade de lado, pois Lula não será o candidato do PT. Pode até ser anunciado nas convenções do partido, mas o Tribunal Superior Eleitoral, dentro dos prazos, deverá cassar o seu registro e o Partido dos Trabalhadores terá de substituí-lo, estratégia que todo o Brasil já sabe.

O deputado Jair Bolsonaro (PSL) lidera a corrida presidencial, com 30,3% das intenções de voto. Entretanto, em Manaus, o número dele é muito superior ao obtido nas pesquisas nacionais. Destaque-se que Bolsonaro já possuía um percentual muito semelhante a esse nas pesquisas de 2017.

O segundo lugar ficou com a ex-senadora Marina Silva (19,7%), o nome que mais cresceu no Amazonas com a saída de Lula. A pré-candidata da Rede Sustentabilidade sempre teve um bom desempenho em Manaus nas eleições para presidente, por ser uma figura de raízes amazônicas, do nosso estado vizinho, o Acre.

Portanto, se a eleição fosse hoje e dependesse apenas de Manaus, o 2º Turno seria entre Jair Bolsonaro e Marina Silva.

 

O terceiro colocado, com 6,3%, já esteve bem melhor posicionado, porém, caiu significativamente. E as razões são de toda ordem, tanto no plano federal quanto no regional. Estamos falando de Ciro Gomes, pré-candidato do PDT, mesmo partido do governador Amazonino Mendes, que terá um grande desafio para ajudar seu correligionário pedetista.

O tucano Geraldo Alckmin, que não teve um bom desempenho em nossa capital quando concorreu a presidente, mantém a mesma performance, até porque ele tem o estigma de representar São Paulo, os chamados “inimigos da Zona Franca”, e ficou com 3,6% na quarta posição.

Posteriormente, há um bloco intermediário, da casa de 1%, com Manuela D’Ávila (PCdoB), Alvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB) e Fernando Haddad (PT). Em seguida, o bloco dos que obtiveram menos de 1%: João Amoêdo (Novo), Guilherme Boulos (PSOL), Levy Fidelix (PRTB), Paulo Rabello (PSC) e José Maria Eymael (PSDC). Dos entrevistados, 27% disseram não votar em nenhum deles e 5,7% não souberam responder.

A tendência é que estes números sejam mantidos até o início do horário eleitoral gratuito, porque não há nenhum grande fato que possa causar modificações. Não será o vice de Bolsonaro, o vice de Ciro ou o vice de Alckmin, de Marina… ou os partidos do Amazonas que vão apoiar cada um… nada disso vai mudar o desempenho desses pré-candidatos.

Clique aqui e faça o download do relatório completo desta 3ª Pesquisa Registrada para presidente do Brasil – #PESQUISA365.

Comentários

error: Conteúdo de propriedade de Durango Duarte, protegido contra cópia.