18 de setembro de 2018 às 15:56.

Quem serão os deputados estaduais do Amazonas em 2018? – Parte III

compartilhar

Nesta terceira parte dos candidatos a deputado estadual que poderão ser eleitos no próximo dia 7 de outubro, falaremos sobre as três coligações do majoritário David Almeida (PSB): Renova Amazonas II, PODE e PMN. Depois, as chances da coligação O Povo Feliz de Novo, da majoritária Lucia Antony (PCdoB); da chapa Por Um Amazonas Melhor (MDB e DC); da coligação Transformação Por Um Novo Amazonas, do majoritário Wilson Lima (PSC), e, por fim, do PSOL.

 

RENOVA AMAZONAS II (David Almeida)

Partidos: PROS, PMB e PSB

Linha de corte: 20 mil votos

Elege um deputado estadual, ou melhor, reelege, porque o deputado Serafim Corrêa é o grande favorito, com absoluta certeza. Entretanto, talvez o presidente de honra do PSB não consiga apresentar o mesmo desempenho da eleição de 2014, quando obteve 36.501 votos.

Esta chapa possui possibilidades de fazer mais um, sendo que essa possível segunda vaga poderá vir pelo voto de legenda, já que o 40 sempre teve um bom desempenho, especialmente porque esse também é o número do candidato majoritário David Almeida.

Se dependesse somente dos eleitores de Manaus, o segundo eleito poderia ser o vereador Carlos Portta (PSB), porém, não se pode descartar os candidatos que são fortes no interior.

 

PODE (David Almeida)

Linha de corte: 17 mil votos

Deverá conseguir eleger somente um, provavelmente o deputado Abdala Fraxe, cuja reeleição está 100% vinculada ao seu desempenho no interior.

 

PMN (David Almeida)

Linha de corte: 13 mil votos

Neste momento, possui enormes dificuldades de eleger um deputado estadual. Mas, se conseguir, o nome mais forte é Julio Lins.

 

O POVO FELIZ DE NOVO (Lucia Antony)

Partidos: PT e PCdoB

Linha de corte: 16 mil votos

Esta coligação elege um deputado e possui alta probabilidade de fazer mais um. São favoritos Eron Bezerra (PCdoB), Sinésio Campos (PT), Waldemir José (PT), Josildo dos Rodoviários (PCdoB), João Pedro (PT) e Valdemir Santana (PT), todos em condições muito iguais neste momento.

Mas, quero alertar que é possível surgir um nome do nada, que poderá, correndo por fora, ocupar uma vaga: Eliane Peixoto (PT), filha do prefeito de Itacoatiara, Antônio Peixoto de Oliveira. Ela tem chances de ser eleita, em razão dos votos da sua cidade e dos municípios adjacentes.

 

POR UM AMAZONAS MELHOR (sem cabeça de chapa)

Partidos: MDB e DC

Linha de corte: 18 mil votos

Tranquilamente, deverá reeleger a deputada Alessandra Campelo (MDB) e ainda disputa uma segunda vaga, que dependerá de diversos fatores de desempenho na reta final, como os votos dos seus candidatos do interior e os votos de legenda do MDB. Acredito que, se a outra vaga acontecer para esta chapa, ela será para um político com força eleitoral no interior do estado.

 

TRANSFORMAÇÃO POR UM NOVO AMAZONAS (Wilson Lima)

Partidos: PSC e REDE

O candidato a governador Wilson Lima tem obtido números excelentes para um marinheiro de primeira viagem, porém, caso venha a se eleger, sua coligação não teria nenhum deputado estadual eleito à Assembleia Legislativa, neste pleito. Imagine o tamanho das negociações que ele teria de fazer para dar sustentabilidade aos seus projetos.

 

PSOL (Berg da UGT)

Também não deverá eleger nenhum deputado estadual em 2018.

 

Para saber os nomes dos favoritos a deputado estadual das coligações EU VOTO NO AMAZONAS III, PV e PPS clique aqui: https://blogdodurango.com.br/eleicoes-2018/deputados-estaduais-amazonas-2018-parte-ii/

Para saber os nomes dos favoritos a deputado estadual das coligações EU VOTO NO AMAZONAS IV e V clique aqui: https://blogdodurango.com.br/eleicoes-2018/deputados-estaduais-do-amazonas-2018/

Comentários

error: Conteúdo de propriedade de Durango Duarte, protegido contra cópia.