O que você procura no blog?

O melhor lugar para encontrar serviços e informações. Simples, eficiente e rápido.

populares Amazonas, Manaus, Durango Duarte, Blog do Durango
10 de fevereiro de 2015 às 13:00.

Série Histórica das Eleições de 1976

compartilhar

TELEGRAMA A GEISEL PARA MANDAR APURAR A CORRUPÇÃO NO AMAZONAS

O grande destaque na reunião ordinária de ontem, da Assembleia Legislativa, foi o telex que o deputado José Costa de Aquino, do MDB elaborou para enviar ao Presidente Ernesto Geisel, durante a sua estada em Tabatinga, para o encontro com o presidente Morales Bermudez, do Peru, denunciando-lhes os “descalabros da administração Henoch Reis” e pedindo-lhe que viesse a Manaus para testemunhar, pessoalmente, “os mais desavergonhados atos de improbidade administrativa”.

Depois de afirmar sua gratidão pela atenção que o Presidente Geisel dê ao seu telex ou telegrama, o deputado pediu que após a votação, todos os deputados que votassem a favor do seu trabalho assinassem-no solidariamente, com o que não concordou a bancada da Arena, composta apenas dos deputados José Belo Ferreira e Homero de Miranda Leão, que se ausentaram do plenário para não participar da votação, voltando posteriormente.

Segundo os observadores, o telex que contem ainda, denúncias sobre mágoas e desencantos do funcionalismo público “diante de tão revoltante sujeira administrativa, deixou a bancada arenista entre a cruz e a espada. Se votasse a favor do telex, pedindo que o presidente Geisel viesse ao Amazonas para conhecer de perto a administração Henoch Reis, estaria condenando, publicamente o Governo ao qual defende pelo reconhecimento de tais “descalabros”.

Se por outro lado, votasse contra a propositura de Costa de Aquino, estariam apoiando o que ocorrer, de bom ou de mal, à sombra do Palácio Rio Negro, colocando-se contra o povo, que está acompanhando os acontecimentos com grande expectativa e contra o funcionalismo.

Para evitar uma complicação qualquer, os dois parlamentares arenistas, sabiamente, resolveram ausentar-se do plenário, voltando depois da votação e participando, de uma reunião extraordinária que aconteceu às 12:30 horas. O requerimento e o telegrama de Costa de Aquino são os seguintes:

                SENHOR PRESIDENTE

Desejo prevenir ao povo do Amazonas de que ninguém está calado ou vai ficar calado diante das “notas” publicadas pela ARENA. Todos sabem que esta Assembleia ficou parada nesses cinco últimos dias, contra o meu voto. Muito menos eu, em particular, desejo fugir ao debate e ao desafio, pois entendo que, se nada devo, também nada posso temer.

Mas a ARENA desafiou-me a que eu, se tivesse coragem, pedisse a ela, ARENA, que prove meu envolvimento na construção de um posto de gasolina, embora o seu autor, o comerciante MOISÉS CLAUDINO, já tenha publicado declaração isentando-me de qualquer compromisso ou vantagem.

Como a ARENA diz que possui um documento que pode provar a minha participação, aceito o desafio. Só que a ARENA, por intermédio de seu Presidente, Deputado Federal RAIMUNDO PARENTE, vai ter que exibir esse documento no TRIBUNAL DE JUSTIÇA, onde ingressarei nesta semana com uma INTERPELAÇÃO JUDICIAL, chamando o partido governista à responsabilidade. É lá que o deputado RAIMUNDO PARENTE vai ter que provar o que o seu partido está afirmando de mim.

Posso não ser inteligente como Vossas Excelências, Senhores Deputados, mas tenho suficiente raciocínio para entender que não farei o jogo da ARENA, que quer encobrir os seus escândalos, as suas crises, as suas renúncias desmoralizadas e as corrupções do Governo, à custa de meu nome. Mas é lá no TRINUNAL DE JUSTIÇA, onde o Deputado Federal RAIMUNDO PARENTE já responde a outro processo, por causa de negócios discutíveis da Caderneta de Poupança “AMAZON-LAR”, da qual é um dos dirigentes, que ele vai ter que mostrar esse documento contra mim.

Era o que eu tinha a informar ao Povo, a respeito disso.

SENHOR PRESIDENTE, é verdadeiro o que o jornal “A NOTÍCIA” publicou ontem sobre a tentativa de morte praticada pelo candidato arenista a Vereador PRAXITELES ANTONY, contra a pessoa do Presidente da COSAMA, WALDIR BRITO, com quem estive e de quem ouvi a confirmação.

O novo escândalo dentro do Governo e dentro da ARENA está ligado às acusações já abordadas nesta Casa, pelo eminente colega, Deputado DAMIÃO RIBEIRO, segundo as quais a senhora LÉA ANTONY, Diretora Administrativa da COSAMA percorre os bairros de Manaus dizendo que é ela que está fazendo a ligação de água para as residências pobres e que, se não votarem em seu marido Sr. PRAXITELES ANTONY, depois das eleições ela mesma voltará para arrancar os canos, como se isso fosse possível e como fosse possível que alguém acreditasse nisso. Mas foi preciso que houvesse uma tentativa de morte dentro da COSAMA para que aquilo que a Arena dizia que era mentira, acabasse se transformando em verdade cristalina.

Por fim, para encerrar, sem comentários, pois o assunto é do domínio público, REQUEIRO na forma regimental seja enviado TELEX ou TELEGRAMA ao Excelentíssimo Senhor Presidente da República, General ERNESTO GEISEL, diretamente para TABATINGA, onde ele se encontra amanhã com o Senhor Presidente da República do Peru, cujo texto solicito que seja lido pela Mesa da Assembleia, para reconhecimento do plenário.

REQUEIRO ainda que figure abaixo de minha assinatura nesse despacho telegráfico os nomes de todos os Senhores Deputados do MDB e da ARENA que o aprovarem.

Deputado JOSÉ COSTA DE AQUINO (MDB)

Transcrição do Jornal A Notícia de 04 de novembro de 1976 p. 11.

Comentários