11 de fevereiro de 2015 às 13:00.

Série Histórica das Eleições de 1976

compartilhar

TELEX OU TELEGRAMA

Excelentíssimo Senhor Presidente da República

General Ernesto Geisel

TABATINGA – Estado do Amazonas

Comunico a Vossa Excelência que meu Estado encontra-se estarrecido desde o dia 31 de outubro último, com as denúncias reveladas pela jornalista BETH AZIZE, em seu artigo publicado no jornal “A Crítica”, de Manaus, descobrindo no “Diário Oficial” do Estado, edição dos dias 10 e 24 de setembro passado, alguns dos mais desavergonhados atos de improbidade administrativa que se tem conhecimento depois da Revolução de 1964. O Secretário Executivo da CODEAMA, JOSÉ FERNANDES FERREIDA DA SILVA, através da Portaria por ele mesmo assinado, incluiu seu próprio nome entre os beneficiários do cargo de técnico desse órgão, passando a receber salários de mais de 11 mil cruzeiros. A senhora MARIA DOS SANTOS SÁ, esposa do Sr. AFRÂNIO SÁ, Chefe do Gabinete do Governador HENOCH REIS, foi enquadrada por essa mesma Portaria como TÉCNICO A na mesma data, por meio de outra Portaria, promovida a TÉCNICO B, para ganhar mensalmente Cr$ 8.112,00. Outra funcionária da CODEAMA, ARLETE ALMEIDA LIMA, que se achava à disposição do FRIGOMASA (Frigorífico de Manaus S/A) também foi promovida, embora esteja residindo em Brasília. Diante de tão revoltante sujeira administrativa, que infelizmente redimiu e se assemelhou ao passado negro deixado pelos partidos políticos extintos pela Revolução de 1964, o funcionalismo público do Amazonas extravasa suas magoas e deu desencanto, ao saber que o reajustamento salarial prometido pelo Governo do Estado e pela Prefeitura Municipal de Manaus como “tábua de salvação” pré-eleitoreira só entrará em vigor em janeiro vindouro e em bases percentuais até agora misteriosas. Em outras palavras: para o sacrificado servidor público, que tem há muito um salário esmagado pelo custo de vida mais alto do país, esse aumento só sairá no ano vindouro, mas para o afilhadismo publicam-se portarias nomeando e promovendo pessoas no mesmo dia. Essa audaciosa atitude infeliz do Governo do Amazonas, que vem à tona na mesma ocasião em que Vossa Excelência recomenda economia e honestidade na aplicação dos dinheiros públicos, pode representar uma desilusão em marcha nos propósitos da Revolução de 1964. Homens pobres, detentores de padrão moral exemplar como Vossa Excelência, Senhor Presidente, que passou na caserna muitas décadas esperando o dia exato de sua promoção para recebê-la e honrá-la com dignidade em seu recolhimento ao lar, há de ficar também revoltado ao saber que hoje, sem merecimentos, há figuras no Amazonas nomeando a si próprias, e nomeando e promovendo outros, no mesmo dia, com a caneta mágica da corrupção e a subversão das leis do país. Compreendo também que Vossa Excelência deve ficar triste ao saber que esses atos são do pleno conhecimento e tiveram a participação do Governador que Vossa Excelência escolheu para dirigir os destinos do meu Estado. Assim, interpretando o sentimento de revolta do povo e do funcionalismo público estadual e municipal do meu Estado, e aproveitando ainda a presença de Vossa Excelência no território amazonense, o que para mim é uma alegria, como seu admirador, embora seja eu da Oposição, como tantas vezes já proclamei nesta Assembleia Legislativa, suplico-lhe que mande um de seus emissários a Manaus, daí mesmo onde Vossa Excelência se encontra: TABATINGA, para vir testemunhar pessoalmente a imagem negativa que esses e outros atos administrativos ainda não comprovados estão criando no seio da opinião pública em torno da confiança que se deposita na revolução, da qual o MDB é um de seus componentes-auxiliares. Creia Vossa Excelência que uma multidão gostaria de assinar comigo este documento. Saúdo Vossa Excelência pela nova visita que faz ao meu Estado o sou grato pela atenção que dispensar a este Deputado. Em Manaus, 3 de novembro de 1976, Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas.

Assinado: Deputado JOSÉ COSTA DE AQUINO (MDB).

Transcrição do Jornal A Notícia de 04 de novembro de 1976, p. 11.

Comentários

error: Conteúdo de propriedade de Durango Duarte, protegido contra cópia.