6 de fevereiro de 2015 às 13:00.

Série Histórica das Eleições de 1976

compartilhar

TEMPO ESQUENTA NA ASSEMBLEIA

  1. Sampaio critica até o Presidente
  2. Sávio chamou líder de comunista
  3. Bancada do MDB retira-se da casa
  4. Belo diz que a oposição é fujona
  5. Aquino ri e critica e aplaude DS

O líder do Movimento Democrático Brasileiro, deputado Paulo Sampaio, na sessão de ontem, da Assembleia Legislativa amazonense fez um pronunciamento que foi considerado pelo Deputado José Belo Ferreira como agressivo, e subversivo, pois o deputado Paulo Sampaio dizia que no Brasil não há liberdade e fazia também uma série de acusações contra o Presidente da República.

O documento não foi entregue à Mesa Diretora dos trabalhos legislativos, embora tenha o deputado José Belo Ferreira pedido cópia.

Após Paulo Sampaio ler seu documento, foi aparteado pelo deputado José Belo Ferreira (ARENA) que disse ser aquele pronunciamento bastante agressivo à Nação Brasileira acrescentando que se o Movimento Democrático chegar um dia à direção do Poder Executivo, embora afirme que solucionaria os problemas do povo amazonense, principalmente o da falta de carne, certamente nada resolveria, pois os deputados emedebistas só têm é muita conversa.

Por sua vez  o deputado Domingos Sávio Ramos de Lima, da ARENA, revidou os ataques contra o governo arenista feito pelo líder da oposição, afirmando que Paulo Sampaio era subversivo, pois segundo documentos teria participado de um movimento de apoio a Fidel Castro.

Domingos também achou o pronunciamento de Paulo Sampaio comprometedor à Nação, pois as palavras escritas por Paulo Sampaio feriram a dignidade do Presidente da República e das outras autoridades constituídas do país.

Concluindo seu pronunciamento, Domingos Sávio disse que na próxima segunda-feira vai provar com documentos que o líder emedebista é subversivo.

Diante do contra atraque da Aliança Renovadora Nacional, Paulo Sampaio retirou-se do plenário, juntamente com os outros deputados de sua bancada em sinal de protesto.

Após alguns minutos voltou ao plenário o deputado José Costa de Aquino, ocasião em que o deputado Domingos Sávio se encontrava na tribuna da ARENA, revidando as palavras de Paulo Sampaio.

Aquino riu e aplaudiu o pronunciamento de Domingos Sávio em afirmar que no MDB havia parlamentares que em vez de procurar resolver os problemas do povo, ficavam se embriagando nos bares. Em aparte o deputado José Costa de Aquino disse ao deputado Domingos Sávio que realmente no partido oposicionista havia um vereador que era bebedor contumaz, mas não chegou a mencionar nomes.

Vale ressaltar que embora o clima da sessão de ontem tivesse em forte tensão, os trabalhos decorreram em ordem, sob a presidência do deputado Gláucio Gonçalves, da Arena.

Transcrição do Jornal do Commercio de 23 de outubro de 1976, p. 05.

Comentários

error: Conteúdo de propriedade de Durango Duarte, protegido contra cópia.