29 de janeiro de 2016 às 08:31.

A Borracha LIX

compartilhar

Em 1917 começaram experiências destinadas a elevar a capacidade produtiva das árvores mediante enxertos de seringueiras de alto rendimento em mudas de outra planta.

Foi processo lento, visto que a árvore só poderá ser sangrada 5 ou 6 anos depois.

Ao redor de 1923 já se tinha por certo que algumas plantas de alta produção podiam transmitir sua qualidade à nova árvore enxertada, fato que, todavia, parecia não suceder sempre. Algumas árvores enxertadas se revelaram, mesmo, de má qualidade, não resistindo às condições atmosféricas nem às doenças, apresentando baixo índice de renovação do córtex.

A generalização da enxertia ocorreu quando se tornou possível obter enxertos de plantas experimentadas, cujos descendentes conservavam as boas qualidades e não apresentavam características de degenerescência.

Comentários

error: Conteúdo de propriedade de Durango Duarte, protegido contra cópia.