8 de outubro de 2018 às 11:25.

Um balanço sobre os 24 deputados estaduais eleitos no Amazonas

compartilhar

A coligação que recebeu mais votos (330.197) e que elegeu mais deputados (06) foi a EU VOTO NO AMAZONAS IV, do atual governador Amazonino Mendes, composta pelos partidos PP, PR, PPL e SD. É desta chapa que veio a deputada estadual mais votada do pleito, Dra. Mayara (PP), com 50.819 votos, seguida por Dermilson Chagas (31.625), Belarmino Lins (30.100), Cabo Maciel (27.258), Joana Darc (26.816) e Álvaro Campelo (15.992).

A segunda coligação a receber mais votos (268.474) foi a AMAZONAS COM SEGURANÇA I, de Omar Aziz, com PSD, PRB e DEM e que elegeu 04 deputados: Ricardo Nicolau (30.134), Augusto Ferraz (29.663), Josué Neto (26.924) e João Luiz (25.858).

Com 30.573 votos, o Delegado Péricles foi o mais votado da coligação EU VOTO NO AMAZONAS V (PHS, PTB e PSL), de Amazonino Mendes, a terceira a receber mais sufrágios (205.065) e que elegeu mais dois deputados: Wilker Barreto (29.275) e Felipe Souza (16.541).

A coligação EU VOTO NO AMAZONAS III, também de Amazonino Mendes e composta por PDT, PRP e AVANTE, elegeu Adjuto Afonso (21.145) e Dr. Gomes (19.759).

A chapa O POVO FELIZ DE NOVO, da candidata Lúcia Antony (PCdoB e PT), conseguiu eleger somente Sinésio Campos (22.981). PSB, PMB e PROS (RENOVA AMAZONAS II, de David Almeida) elegeu Serafim Corrêa (25.025).

Therezinha Ruiz foi a única eleita da coligação AMAZONAS COM SEGURANÇA II, de Omar Aziz, com PSDB e PTC, conquistando 17.111 votos. Pela chapa POR UM AMAZONAS MELHOR (MDB e DC), Alessandra Campelo foi quem se elegeu, com 23.859 votos.

Abdala Fraxe foi o mais votado da coligação do Podemos (David Almeida), com 18.715 votos, porém, como o vice-presidente da Aleam teve o registro da sua candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral no domingo da votação, quem assume a vaga é o segundo colocado da chapa, Tiago Falcão, que obteve 13.313 votos. A decisão cabe recurso.

O Partido Verde (PV), da coligação de Amazonino Mendes, elegeu três: Roberto Cidade, com 33.239; Fausto Junior, com 19.446, e Carlinhos Bessa, com 16.175. Saullo Viana foi o mais votado do PPS, também de Amazonino, elegendo-se com 27.880 votos.

Ao todo, as coligações ligadas ao candidato Amazonino Mendes elegeram 15 deputados estaduais; as chapas de Omar Aziz elegeram cinco; as de David Almeida fizeram dois; PT e PCdoB fizeram um e MDB e PSC fizeram também um.

 

50/50% ou 54/46%?

Em se tratando de renovação da Aleam, caso Abdala Fraxe consiga reverter a decisão da Justiça Eleitoral, teremos 12 reeleitos: Abdala (PODE), Adjuto Afonso (PDT), Alessandra Campelo (MDB), Augusto Ferraz (DEM), Belarmino Lins (PP), Cabo Maciel (PR), Dermilson Chagas (PP), Dr. Gomes (PRP), Josué Neto (PSD), Ricardo Nicolau (PSD), Serafim Corrêa (PSB) e Sinésio Campos (PT).

A renovação, então, seria de 50%, ou seja, com 12 novos deputados: Dra. Mayara (PP), Roberto Cidade (PV), Delegado Péricles (PSL), Wilker Barreto (PHS), Saullo Viana (PPS), Joana Darc (PR), João Luiz (PRB), Fausto Junior (PV), Therezinha Ruiz (PSDB), Felipe Souza (PHS), Carlinhos Bessa (PV) e Álvaro Campelo (PP).

Se o Tribunal Superior Eleitoral mantiver o indeferimento à candidatura de Abdala, Tiago Falcão (PODE) permanecerá no cargo e a renovação será de 54%.

Comentários

error: Conteúdo de propriedade de Durango Duarte, protegido contra cópia.