6 de junho de 2022 às 15:05.

Como os brasileiros lidam com as chamadas indesejadas

compartilhar

O receio de receber chamadas indesejadas faz com que quase a metade dos brasileiros (47%) nunca ou quase nunca atenda ligações de números desconhecidos. 

Os dados foram apontados na pesquisa ‘Panorama Mobile Time/ Opinion Box – Chamadas Indesejadas no Brasil’. Neste texto, é dito sobre como os brasileiros lidam com esse problema. Acompanhe:

O que o brasileiro faz quando recebe chamada de número desconhecido? 

“Quando você recebe uma chamada de um número desconhecido, o que você faz?” Essa foi a pergunta feita aos entrevistados. As respostas foram:

  • 34% às vezes atende, às vezes não atende
  • 28% quase nunca atende
  • 19% nunca atende
  • 11% quase sempre atende
  • 8% sempre atende

Principais medidas tomadas para evitar esses tipos de ligações:

  • 45% evita atender chamadas de números que não conhece
  • 38% evita atender chamadas em que o número não aparece na tela
  • 30% seu aparelho tem como recurso nativo o alerta de chamadas de spam
  • 21% usa um app que alerta e/ou bloqueia chamadas de spam
  • 2% deixa o celular desligado 

A responsabilidade das operadoras

Para 59% dos brasileiros, as operadoras têm responsabilidade pelas chamadas indesejadas recebidas nos celulares. Ao serem questionados sobre a satisfação com as operadoras móveis no bloqueio de chamadas, em uma escala de 1 a 5, as respostas ficaram na média de 3,1. 

No entanto, apenas 18% afirmaram ter reclamado à operadora sobre o problema. Dentre eles, 44% informaram que a reclamação surtiu efeito, diminuindo pouco, muito ou até mesmo acabando com o recebimento de chamadas indesejadas. 

Um serviço eficaz de bloqueio de ligações indesejadas seria motivo para 59% dos entrevistados trocarem de operadora, caso uma concorrente oferecesse um plano nas mesmas condições, incluindo o bloqueio desses tipos de chamadas.

O brasileiro conhece o serviço “Não me Perturbe”?

O “Não me Perturbe” é um serviço que permite, de forma fácil e gratuita, evitar o recebimento de ofertas de produtos/serviços via telefone. Dentre os entrevistados, 51% respondeu não ter conhecimento sobre o serviço. 

Entretanto, dos 49% que já conhecem o “Não me Perturbe”, apenas 21% se inscreveram. De acordo com eles, após a adesão ao serviço, o recebimento de chamadas indesejadas diminuiu na maioria dos casos:

  • 36% diminui muito
  • 34% diminuiu pouco
  • 23% continuou igual
  • 5% acabou
  • 1% aumentou um pouco
  • 1% aumentou muito

Aqui no blog, já falamos sobre esse assunto e quais os tipos de chamadas indesejadas mais frequentes e o quanto elas geram incômodos diferentes na vida dos brasileiros. Confira: Por que recebemos tantas ligações indesejadas?

(Fonte: Panorama Mobile Time/ Opinion Box – Chamadas Indesejadas no Brasil – Junho de 2021)

Comentários