4 de novembro de 2020 às 08:00.

Eleições 2020: 7ª Pesquisa Registrada da Perspectiva

compartilhar

Daqui a 11 dias acontece o 1º Turno da eleição para prefeito de Manaus, e a partir desta 7ª pesquisa registrada, a Perspectiva simplifica os seus questionários, coletando somente as intenções de votos espontâneos e estimulados em 1ª opção, bem como a rejeição com resposta única e mais três cenários de 2º Turno.

Amazonino Mendes continua liderando na estimulada (27,2%), porém, já perdeu 5,5% em 36 dias, desde a segunda rodada, publicada no dia 29 de setembro.

David Almeida é o segundo, com 15,3%, seguido por Ricardo Nicolau, com 12,5%, uma diferença de 2,8%, o que corresponde a menos de 35 mil votos. No final de setembro, a distância entre os candidatos do Avante e do PSD era de 14,9%.

Após as convenções, José Ricardo vem mantendo uma estabilidade entre 9,1% e 11,5%. Ele é o quarto colocado, posição que ocupou em 2016 quando disputou a Prefeitura de Manaus pela primeira vez e conseguiu 11% naquele ano.

Capitão Alberto Neto permanece na quinta posição, com 6,1%, seguido pelo Coronel Menezes, o segundo maior crescimento proporcional, que começou com 2,6% e agora atingiu 5,5%, no sexto lugar, superando Alfredo Nascimento, que caiu para 4,0%, na sétima colocação.

Chico Preto (1,3%) e Romero Reis (1,1%) devem disputar o oitavo lugar, enquanto Marcelo Amil (0,3%) aparenta ficar em décimo e Gilberto Vasconcelos (0,1%), na última colocação.

Os indecisos somaram 5,6%, o que, por tradição, deverá continuar nesse patamar até o dia 14 de novembro. Brancos e nulos foram 9,5%, percentual que, dentro da margem de erro de 3,1%, deve se consolidar até o dia da eleição.

Na próxima semana, a Perspectiva vai divulgar um estudo mais compacto, e existe ainda a possibilidade de que seja realizada mais uma rodada, antes da pesquisa de boca de urna do dia 15 próximo.

CENÁRIOS DE 2º TURNO

O sétimo estudo apresenta os seguintes números nas simulações de 2º Turno: Amazonino 42,7% vs. 33,8% José Ricardo; Amazonino 39,4% vs. 38,9% Ricardo Nicolau; Amazonino 40,1% vs. 39,8% David Almeida.

O sinal amarelo fica cada vez mais forte para Amazonino, com David Almeida e Ricardo Nicolau empatando com ele no 2º Turno.

Considerando-se a margem de erro, o candidato do Podemos pode sofrer sua terceira derrota em pleitos de dois turnos.

A primeira foi em 2004, quando alcançou 43,5% a 28,8% contra Serafim Corrêa na eleição para prefeito em 3 de outubro, e perdeu por 51,7% a 48,3% quatro semanas depois.

A segunda, em 2018, quando Wilson Lima obteve uma vantagem de 1% no 1º Turno e ampliou para 17% a diferença no 2º Turno.

A sua condição física, psicológica e emocional será um grande obstáculo para o sucesso em 29 de novembro. Terá de se expor em debates, entrevistas, aparecer na rua, porém, a sua comunicação parece ter atingido o limite do possível.

É óbvio que lhe resta um único caminho: partir, agora, com a máxima carga, para descontruir seus oponentes nas contradições apresentadas por eles, ou então não sobreviverá, eleitoralmente, às 72 horas após seu aniversário de 81 anos. Mendes não tem mais nada a perder.

 

PERGUNTA ESPONTÂNEA

Amazonino é o primeiro, com 19,1% (+0,8%), e David Almeida é o segundo, com 10,5% (+1,1%). José Ricardo está na terceira posição, com 8,2% (+2,4%), e Ricardo Nicolau é o quarto, com 6,9% (-0,1), seguido por Coronel Menezes, em quinto com 3,9% (+0,7%); Alberto Neto, em sexto, com 3,2% (-0,7%), e Alfredo Nascimento, com 2,5% (-0,9%), na sétima colocação.

A oitava posição é de Chico Preto, com 0,7%, depois vem Marcelo Amil, com 0,3%, e Romero Reis, com 0,2%. Nulos e brancos, na espontânea, oscilaram para 9,2%, e os indecisos agora desceram para 35,3%.

 

REJEIÇÃO

Amazonino retoma o posto de mais rejeitado, com 25,2% (+2,5%), e Alfredo é o segundo, com 21,0% (-4,3%). José Ricardo segue na terceira posição, com 7,2% de rejeição. Coronel Menezes é o quarto, com 4,1%; David Almeida é o quinto, com 3,8%, e Ricardo Nicolau é o sexto, com 3,3%.

Os demais percentuais de rejeição foram os seguintes: Capitão Alberto Neto, com 2,7%; Chico Preto e Marcelo Amil, com 1,8%, e Gilberto Vasconcelos e Romero Reis, com 1,2%.

Dos participantes da pesquisa, 13,9% disseram rejeitar todos os nomes e 12,8% responderam não rejeitar nenhum dos concorrentes.

 

VOTOS VÁLIDOS

Quando excluímos brancos, nulos e indecisos desta sétima pesquisa, Amazonino Mendes obtém 32,0% (-1,6%) dos votos válidos, seguido por David Almeida, com 18,0% (+2,3%); Ricardo Nicolau, com 14,7% (+1,4%), e José Ricardo, com 13,5% (+0,4%).

A quinta posição é do Capitão Alberto Neto, com 7,2% (+0,2%), e o sexto agora é o Coronel Menezes, com 6,5% (+1,3%), na frente de Alfredo Nascimento, com 4,7% (-2,1%) em sétimo.

Chico Preto é o oitavo, com 1,5% (+0,2%), e Romero Reis vem na nona colocação, com 1,3%. Marcelo Amil é o décimo, com 0,4% (-0,1%), e Gilberto Vasconcelos segue em último, com 0,1%. Na página 8 do relatório você encontra o quadro evolutivo dos candidatos, apenas com os votos válidos.

INFORMAÇÕES OBRIGATÓRIAS
A pesquisa foi executada com recursos próprios da Perspectiva e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número AM-08818/2020, com 1.000 entrevistas na cidade de Manaus, realizadas de 30 de outubro a 1º de novembro de 2020. A margem de erro é de 3,1%, para mais ou para menos, com grau de confiabilidade de 95%, o que significa dizer que se fossem feitas 100 entrevistas com a mesma metodologia, 95 estariam dentro da margem de erro prevista.

Clique aqui e veja o relatório completo.

Comentários